Qual é o Limite de Saque no Santander?

Limite Santander

Sempre que fizer uma conta em um banco, é importante saber qual é o limite de saque no caixa eletrônico. Dessa forma, a pessoa não será pega de surpresa se precisar fazer um saque emergencial. Esse limite costuma variar muito entre um banco e outro, então é preciso ficar atento. Se você é cliente do banco Santander, esse artigo pode ser útil para você.

Principais Motivos

Por questões de segurança, todas as instituições bancárias colocam limites nos saques dos caixas eletrônicos. O objetivo dessa restrição é impedir que as pessoas percam todo o seu dinheiro caso sejam assaltadas ou tenham outro tipo de problema financeiro.

Limite Diário

No caso do Santander, o limite para saques no caixa eletrônico é de R$ 1.500,00. O horário para sacar esse valor é das 6hs às 22hs e, depois desse horário, o limite cai para R$ 300,00. Além de saber qual é o limite para saques, é importante saber quais as regras para retirar dinheiro do caixa eletrônico do Santander.

Vale lembrar que o limite de saque desse banco pode variar de acordo com o tipo de cliente. Por exemplo, pessoas jurídicas podem ter alguns benefícios em seus limites, mas isso depende do plano que eles contrataram. Com relação às pessoas físicas, elas podem aumentar os seus limites de saque, desde que falem com o gerente antes.

Sobre a Empresa

Fundado em 1857, na cidade espanhola de Santander, o Banco Santander pertence ao grupo bancário homônimo e, atualmente, é o maior banco entre todos os países que adotaram o euro como sua moeda.

O Banco Santander passou a existir nos moldes atuais a partir de 1999, quando o antigo banco homônimo se fundiu com o Banco Central Hispano (BCH). Até 2007, essa instituição utilizava o nome de Banco Santander Central Hispano. Contudo, no dia 13 de agosto de 2007, a empresa voltou a se chamar apenas Banco Santander.

Com relação ao Brasil, esse banco ocupa a terceira posição entre os maiores do país, ficando atrás do Itaú Unibanco e do Bradesco. O Grupo Santander trouxe os seus serviços para o nosso país em 1982 e, até o ano de 2016, já havia acumulado mais de 34 milhões de clientes por aqui.

O Banco Santander do Brasil também esteve envolvido no processo de privatização de algumas empresas estatais. Em 2000, esse banco participou do leilão do Banco do Estado de São Paulo (Banespa) e, ao oferecer R$ 7,05 bilhões, se tornou o proprietário dessa empresa.

Leia Também:

Conta Empresa Banco do Brasil