Trata-se do programa de microcrédito da Caixa RS, desenvolvido em parceria com SEDAI, SEBRAE, Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (FCDL) e Banrisul, para ser implementado com as prefeituras gaúchas. É voltado a atender os eixos estratégicos da política de inclusão social do Governo do

PREFEITURA E CAIXA RS ASSINAM CONVÊNIO PARA MICROCRÉDITO

Estado do Rio Grande do Sul. Os recursos para financiamento são próprios da Caixa RS e repasses do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Como peça fundamental da viabilidade do Programa, foi criada a Associação Garantidora de Crédito do RS – Garantia RS, a fim de dar segurança às operações, através da constituição de um fundo de aval, que poderá alavancar em até 10 vezes o aporte financeiro feito pelo município parceiro.

O programa é uma alternativa de crédito para as pessoas físicas e jurídicas do setor formal e informal que não tem acesso ao sistema formal de crédito (sistema bancário tradicional) e que desejam montar, ampliar ou obter capital de giro para um pequeno negócio.

Ele tem a finalidade de promover o desenvolvimento econômico e social mais harmônico, fomentar ações empreendedoras, fornecer empréstimos que conjuguem o aperfeiçoamento da capacidade gerencial e produtiva do empreendedor, tornando seu micro empreendimento mais competitivo e assegurando sua introdução, evolução e permanência no mercado.

De acordo com o diretor de Fomento Social da Caixa RS, Valter Luiz da Costa Nagelstein, o Credimicro foi criado para atender pessoas físicas e jurídicas que possuam um pequeno negócio e que tenham baixa renda. “Mas também oferece oportunidades a cooperativas ou associações já constituídas que associem o trabalho à gestão do empreendimento.

Com base em investimentos de pequeno valor, visa dar condições de auto-sustentabilidade econômica a grupos de baixa renda. Deve constituir-se num importante instrumento de superação da pobreza, além de buscar enfrentar questões específicas como trabalho infantil e a ajuda a mulheres chefes de família”, explicou ele.

Para o prefeito Janir Branco firmar o convênio significa dinamizar e incrementar o comércio local. Ele disse ainda que o impacto será muito positivo para a economia do município. “O aporte destes recursos virá em muito boa hora, pois preencherá a expectativa de uma parcela da nossa economia que não tinha acesso à crédito”, considerou Janir Branco.

Maiores informações podem ser obtidas na sede da Amperg, no Edifício da Câmara de Comércio, onde atenderão os Agentes de Crédito.