Como Aumentar a Produtividade da Soja? Como ter um Ambiente de Alta Produtividade? 2021 | Elevagro

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por Equipe Micro Credito RS
em maio 14, 2021

Pessoal, quando nós tratamos de ambientes de elevada produtividade na cultura da soja, obviamente que tem uma série de fatores que impactam, mas um dos aspectos talvez de maior relevância atualmente seja entender o comportamento das cultivares que nós utilizamos hoje do ponto de vista da distribuição da carga produtiva no extrato da planta.

Nós mudamos de um cenário em que no passado nós trabalhamos com materiais de ciclo muito mais longo, 140, 150 dias, materiais com hábito de crescimento predominantemente determinados e materiais com índice de área foliar muito alto, 6, 8, 10, 12, dependendo do cenário.

Pro cenário atual onde as cultivares são predominantemente indeterminadas, o que resulta aí de forma concomitante na formação tanto de estruturas vegetativas, quanto na formação de estruturas reprodutivas na planta, cultivares de ciclo muito mais curto, podemos dizer que em torno de 110 dias é o número médio adequado pra essa nossa condição atual, depende muito da região e cultivares com índice de área foliar bem menor, quatro, cinco, seis.

Bom, nesse contexto pessoal, existe um outro aspecto relacionado a onde a carga produtiva se concentra em que nós saímos um cenário em que havia uma concentração de carga produtiva mais no extrato mediano da planta, por uma condição atual em que a tendência é eu ter uma distribuição mais ou menos uniforme, mais ou menos homogênea ao longo do extrato, ao longo dossel da planta, ou seja, se eu pegar a média dos trabalhos que nós temos hoje aqui estudando distribuição da produção da soja, eu tenho um número médio de 50 por cento da carga produtiva do meio para baixo, 50 por cento da carga produtiva do meio para cima, há materiais que chega a 60 por cento a concentração da produção do meio para baixo. Do meio para baixo eu tenho as folhas de soja que são as mais velhas certo e elas vão ser naturalmente com o crescimento da planta também as mais sombreadas, então nesse cenário pessoal, para que eu consiga explorar todo o potencial de positividade que a minha planta tem, eu preciso manter essas folhas do baixeiro fisiologicamente ativas e sadias pelo maior tempo possível, para que seja o tempo suficiente para que ela consiga encher os grãos que foram formados lá naquelas posições do baixeiro.

Essa minha folha fotos sinteticamente falando, ela é uma fonte ela produz carboidratos que eles vão ser usados em parte para manutenção da folha e o excedente poderão ser usado em outros drenos que no nosso interesse é principalmente a formação de estruturas reprodutivas, vagens e o enchimento dos grãos que estão contidos nessas vagens.

Então pessoal, qualquer fator além do sombreamento natural, além da idade mais velha dessa folha que é um processo natural, que acelere o processo de senescência ele vai ser negativo do ponto de vista de produtividade, então ter um equilíbrio do ponto de vista de sanidade com proteção da planta, proteção dessa folha para que ela não seja atacada por fungos, por bactérias que diminuam a fotossíntese líquida, que aumentem a respiração e tem um equilíbrio também do ponto de vista nutricional, são indispensáveis para que fisiologicamente eu consiga manter essa folha ativa por mais tempo e para que eu consiga dar tempo suficiente para que essa folha alimente bem os grãos que ela tá enchendo, que ela tá nutrindo eu consigo explorar esse potencial maravilhoso que nós temos as cultivares atuais, aí dpms, de 210, 220, 240 em alguns casos e assim atingir tetos produtivos a mais elevados, tá certo pessoal?

Então resumindo o que nós falamos, as cultivares modernas elas têm uma distribuição muito mais homogênea da produção ao longo do dossel vegetal, as folhas do baixeiro elas são mais velhas, elas são mais desafiadas aí por ficarem na sombra, então nós precisamos manter essas folhas fisiologicamente ativas pelo máximo de tempo possível e isso depende de alguns fatores, ressaltando aqui a parte de sanidade e a parte de nutrição com os principais, para permitir que essa planta consiga atingir aí a tetos de produtividade cada vez mais elevados

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui

Você vai gostar também:

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade