Como Fazer Transferências e Pagamentos pelo WhatsApp passo a passo

Tempo de leitura: 6 min

Escrito por Equipe Micro Credito RS
em maio 12, 2021

O Whatsapp liberou o recurso de transferência
de dinheiro pelo aplicativo no Brasil. E agora o Whatsapp oferece um sistema de pagamentos
ali mesmo nas conversas do aplicativo.

E nesse vídeo eu vou te mostrar como atualizar
o aplicativo para aparecer essa nova função, como fazer as transferências dentro do whatsapp, como configurar esse novo recurso passo a passo, vou falar se vai ter tarifa para fazer e receber os pagamento, se tem limite de transações e muito mais.

Então como vão ser as transferências no Whatsapp.

Os pagamentos pelo WhatsApp vão funcionar direto do chat mesmo. Depois que você atualizar
o aplicativo que eu vou te ensinar daqui a pouco, vai aparecer essa função no mesmo
menu do envio de imagens, chamada de “Pagamento”.

Primeiro o aplicativo vai começar só com
as transações entre contas das pessoas físicas nos bancos em que elas tem conta.
Então para fazer as transferências, você vai precisar cadastrar o número do cartão
de débito, pré-pago ou combo, os cartões de crédito não podem ser cadastrados e os
cartões de débito e pré-pago precisam ser das bandeiras Visa ou MasterCard de um desses
9 bancos: Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi
ou Woop Sicredi. Por enquanto só esses bancos são aceitos, e a empresa de serviços financeiros
parceira que vai fazer as transferências é a Cielo, o processamento das operações
é habilitada a partir do Facebook Pay, que é o serviço da empresa que é dona do WhatsApp,
mas o Whatsapp já disse que o serviço de pagamentos no aplicativo é uma plataforma
aberta para a participação de qualquer parceiro, de qualquer banco, que cumpra os requisitos
que o Whatsapp pede, então muito provavelmente vão chegar outros parceiros ai para frente.
O WhatsApp disse que a ferramenta vai aparecer “gradualmente” aos pouquinhos , nas próximas
semanas para todas as pessoas. Então não precisa se preocupar se essa função ainda
não aparecer para você depois de atualizar o aplicativo, porque ninguém vai ficar de
fora, mas por enquanto esse recurso só vai ser liberado para pessoas físicas, os pagamentos
para empresas, comércios, lojas devem ser lançados só mais para frente e não tem
previsão ainda. Se por acaso a pessoa que você fizer a transferência
não tiver esse novo recurso habilitado, essa ferramenta de pagamentos do WhatsApp ainda,
uma notificação vai pedir para que essa pessoa cadastre o cartão no sistema para
receber a transferência que você fez para ela.

Ela precisa fazer isso em até 2 dias, se não for feito o valor é reembolsado, ou
seja, ele volta para você. Esse recurso que está disponível atualmente, de transferência
entre pessoas físicas, não tem nenhuma taxa, nem nenhuma tarifa.
Mas o Whatsapp prevê uma cobrança de taxa fixa de 3,99% por transação para as empresas
que vão usar o WhatsApp Business quando for liberado.
E os empresários também vão precisar ter uma conta Cielo para solicitar e receber pagamentos
sem limite, tanto de crédito quanto de débito, oferecer reembolsos e ter suporte técnico.
E qual o limite para as transações. Cada tipo de operação, de envio ou recebimento,
não pode passar de R$ 5.000 por mês, ou seja, o limite é de R$ 5.000 para recebimentos
e outros R$ 5.000 para envio. As pessoas podem enviar até R$ 1.000 por
transação, dá para enviar mais de R$ 1.000 por dia, mas aí precisa fazer em transferências
separadas. Para receber, o limite é de até 20 transações
por dia. Se ultrapassar esses valores que são permitidos,
você vai receber um aviso e vai precisar esperar até o 1º dia do mês seguinte para
começar a receber ou enviar pagamentos de novo.

Os bancos podem escolher determinar um limite menor para as transferências. Alguns dos
bancos também vão enviar links com convites para acessar o novo recurso do WhatsApp.

E para fazer as transferências no WhatsApp, as pessoas precisam ter um número de telefone
do Brasil, porque só as transações dentro do país e na moeda real são autorizadas.

E é normal que a gente tenha um certo receio quanto a segurança desse recurso, até porque
como o WhatsApp tem mais de 120 milhões de usuários no Brasil, o aplicativo acaba sendo
sempre alvo de golpes como clonagem ou roubo de contas.
Mas o WhatsApp diz que tem “vários passos para assegurar que a pessoa é a dona da conta
bancária que está sendo associada ao WhatsApp”. “As transferências e os pagamentos são protegidos
por várias camadas de segurança, como o PIN do Facebook Pay ou a biometria, que é
a impressão digital ou reconhecimento facial nos celulares que são compatíveis.

E que se por acaso acontecer a clonagem do aplicativo, quando um golpista instalar o
WhatsApp em um celular diferente, vai ser preciso inserir de novo todos os dados do
cartão e colocar o PIN que foi configurado la na primeira vez. Então tudo isso dificulta
as possíveis tentativas de roubos de conta, de clonagem e colaboram para que as transferências
sejam seguras. E quanto à integração com o PIX, a intenção
do WhatsApp é integrar a sua solução de pagamentos com o PIX, que é o sistema de
pagamentos instantâneos da instituição do Banco Central.

Mas isso não ainda não
está disponível agora no lançamento das transferências no aplicativo, mas é sim
a intenção do WhatsApp. E como a gente faz para enviar ou receber
dinheiro pelo WhatsApp. Bom, primeiro de tudo você vai precisar atualizar o aplicativo na sua loja de aplicativos, tanto para IOS na Apple Store como Android no Google
Play. A opção de transferência no WhatsApp vai
aparecer la no ícone de “clipe de papel” no Android ou no sinal de “+” no iPhone naquele
campo das mensagens, no mesmo lugar em que aparecem as opções de enviar imagem, documento,
localização ou contato. Então tocando ali no ícone de “clipe de
papel” e escolhendo a opção “Pagamento”, você vai inserir o valor e uma mensagem se
você quiser, é opcional. Depois é só apertar em “Pagar” e colocar o PIN, que é a senha
do Facebook Pay.

A transação vai aparecer como se fosse uma mensagem na conversa do
WhatsApp e o dinheiro vai cair direto na conta da outra pessoa.

Agora, se for a primeira vez que você for fazer uma transferência, depois que você
colocar o valor, tocar em enviar e adicionar a sua forma de pagamento, você vai precisar
aceitar todos os termos de uso, criar um PIN que é uma senha do Facebook Pay, preencher
os seus dados, cadastrar um cartão pré-pago ou de débito de uma daquelas instituições
parceiras que eu falei antes, verificar o seu cartão por SMS, e-mail ou pelo aplicativo
do seu banco e confirmar o cadastro na plataforma. Segundo o WhatsApp, a transferência é “muito
rápida”. E porque os cartões de crédito estão de
fora por enquanto. Porque como esse serviço é indicado como
um “iniciador de pagamento”, você dá a ordem para que o banco em que você tem
conta faça o pagamento diretamente para outra conta, sem precisar acessar o aplicativo do
banco, ele já debita na sua conta de depósito ou de pagamento.

E por causa disso alguns intermediários como, por exemplo, o cartão de crédito, são eliminados
e não podem participar dessa ferramenta. Da um joinha se você gostou da novidade,
compartilha esse vídeo, para todo mundo saber como configurar esse novo recurso do WhatsApp
e você pode enviar e receber pagamentos assim, de uma forma tão prática.

E olha, não esquece de se inscrever no canal se você ainda não é inscrito e de ativar
o sininho para você não perder nenhum vídeo. Eu sou a Paula Bernardes, obrigada por assistir
e até o próximo vídeo.

Você vai gostar também:

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade