NOTÍCIAS AGRÍCOLAS 23/01/2009 – ENTREVISTA COM DR. HENRIQUE JAMBISKI.

Tempo de leitura: 5 min

Escrito por Equipe Micro Credito RS
em maio 14, 2021

muito bem e já me sinto muito boa tá tudo bem o jogo também foi o primeiro um problema médico depois têm de férias mas agora estou de volta após fazer uma correção breve eu não sou especialista em prorrogação de dívidas o css não sou especialista em crédito rural nos seus bancos cumprirem a lei não precisava fazer prorrogação na justiça tá certo é sobre isso olha aqui é sempre bom lembrar que que é a lagoa tem um espaço no nosso site o site notícias agrícolas onde gratuitamente você pergunta e o henrique já vi que vai atualizar as respostas que ele não poderia minhas desculpas aqui no ar mas já tem um problema sério mas o prendia problema sério é mais só a mim mas tem muitas perguntas como daqui a pouco vamos fazer da dona jane gregório para ela de andirá vou passar pra você responder rapidamente pra gente mas petric nesse instante nós temos informações de que quem aderir à renegociação da dívida e devia ter pago us 40 por cento está ganhando um prazo extra até dia 15 de março fazer a colheita fazer dinheiro e pagar escolhida por cento solução um pagando nada jorge um absurdo só porque além do que absurdo além da política agrícola de 1991 está escrito na lei da política agrícola o seguinte que o produtor tem o direito de ter um cronograma de pagamento ajustado às datas de colheita então você colocar o prazo para aqueles de março é o que cumprir a lei o que o que conselho monetário nacional está fazendo mandando cumprir a lei e não vejo nenhum benefício nisso eu sou está cumprindo a lei da maneira mais rasteira possível não é benefício nenhum o benefício é desmanchar o palanque mas não tem tanto glamour de falar olha o governo prorrogou de uma prorrogou nada não tem cumprido a lei além da política agrícola deixar claro que o cronograma de pagamento tem que ser ajustado a data de colheita a data da receita como é que você vai ter um cronograma de pagamento que não casa que não bate com a data da colheita e 15 de março até pouco de ver se até abril até maio para dar fôlego de comercialização ou definitivamente não vamos estabelecer aqui o tempos reais tempos corretos para responder desagua as várias entrevistas e perguntas que nós temos um deputado hoje nós estamos com o tempo curtíssimo então vamos à pergunta da dona jane gregório pra ela dirá no paraná r gosto de tirar uma dúvida meu marido tem uma dívida junto ao banco do brasil referente ao custeio da safra de milho 4 04 05 e soja a colheita da maçã 05 06 a fifa estava em tempo de espera o vencimento no dia 15/6 aí o governo soltou uma medida para que possamos ser dividido essa esse pagamento em até seis vezes tem que pagar uma parte mas não tem de onde tirar dinheiro e me disseram que se não pagar temos o nosso nome colocado no serasa queria saber como devo agir nessas ruas todos os dias da desorientada e pior de tudo tenham certeza perdemos 80% da safra de milho soja 40% que fazem de tudo isso há mais uma vez pois vou explicar uma maneira agora quer ficar claro para todo mundo entender protocolo uma carta do banco dizendo que teve perda que não têm capacidade de pagamento e pede prorrogação de 100% sem nenhum recurso antecipado não explica porque a legislação de crédito rural não é nova ela vem desde 1965 nesses últimos tantos anos a legislação é alterada pelo conselho monetário nacional que agora para acrescentar uma situação de emergência ou quando o governo diz olha para 40% reprovada vai ter mais dois anos adicionais têm seis anos para pagar no prazo final que no caso da senhora dona geni o governo tá dizendo o seguinte que o produtor não só provar prejuízo bom basta ir no banco para obter pagar 40% e obter mais dois anos e não tem que provar prejuízo estava no banco fala o governo deu agora aquela legislação que vem desde os 65 fala que o produtor pode cuidar do caso dele independente do que o governo dê certo e que no caso dele provar que ele não tem capacidade de pagamento por quebra de safra problema de mercado ele pode ter boa prorrogação integral então quando o produtor se quis falar mas o governo fala que tem que pagar 40% da parcela e eu não tenho dinheiro então para com isso protocolou sua carta dizendo que não vai pagar nada que você não tem condição coloca os documentos provando que não têm capacidade de pagamento que teve quebra lançar problema de mercado o que quer que seja para provar que se o banco não prorrogar joão a integralidade você entrar na justiça e você obriga a prorrogação e vai por dois anos não é por seis anos de acordo com o tempo que você precisar pra pagar trabalhando olha daqui então agora do rio do sul da cidade p silva ouviu falar via é normal é junto ao banco do estado do rio do sul com a finalidade de custeio agrícola para a uva americana com contratação de seguro proagro mais acontece com a fruta frustração de safra solicitem perícia a emater vem do sul mt o relatório comprovando as perdas na ordem de 74% e qualquer forma com vencimento do contrato paguei o referido custeio e acionei proagro para minha surpresa o banrisul comunicou verbalmente que o proagro não cobrir os prejuízos solicitei que me deu essa informação por escrito o time motivado o motivo da negativa do pagamento porém o gerente da agência se negou a fornecer a informação agora estou a ver navios com relação ao proagro que como devo fazer bom vamos devagar já pediu proagro e de quem ele pediu e foi informado pelo banco que ele não vai cobrir proagro se qualquer tipo de seguro ele tem uma apólice você tem que ler a sua pole se para saber o que está coberto um exemplo simples um cara contrata por exemplo seguro dizendo que é um seguro contra enchentes e de seca é problema com a água também né mas o segundo não vai pagar a apólice está dizendo em quais circunstâncias o seguro vai pagar então que esse produtor tem que fazer pega apólice de seguro dele vai no advogado pede o advogado ler porque se o banco tiver errado entra agora com uma ação obrigando o indenização do progresso porque agora joão porque depois que você comunica a a alfa ao o segurador um fato que originou prejuízo você tem um ano para entrar com a ação passou um ano um dia caducou prescreveu então produtor no normalmente o que acontece com o banco o banco vai rolando o produtor sem dar resposta se ele vai ser indenizado não vai ser indenizado para caducar então o produtor já viu que não vai ser indenizado pega policy leva um advogado e entrar com ação bom aí que tá o tempo acabou tem 47 perguntas aqui é apesar das suas dificuldades que você passou você vai a um evento de volta já tommy combinando aí você atualiza essas respostas estão no site está aqui só sempre lembrando quem tiver perguntas problemas dessa ordem que nós estamos falando de de renegociação de dívidas e entre no site notícias agrícolas é o site gratuito tem lá o espaço da laborh você clica em cima mandando uma pergunta já está o certinho pra você fazer a sua pergunta o henrique vai se comprometer publicamente que vai responder em dia de semana essa semana que entra agora vai ter em dia joão e depois eu respondo sempre se não tinha medo que o ciro não faça muito bom muito obrigado à entrega de um grande amigo mas muito bem

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui

Você vai gostar também:

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade