Previsão da meteorologia para os próximos 45 dias – com LUIS RENATO LAZINSKI agrometeorologista

Tempo de leitura: 27 min

Escrito por Equipe Micro Credito RS
em maio 14, 2021

E aí [Música] Olá tudo bem amigos do notícias agrícolas de volta com vocês para aquele momento especial de final de semana aonde a gente se dedica a fazer uma avaliação daquilo que é fundamental para agricultura Ou seja a meteorologia Então nós vamos falar de agrometeorologia vamos falar de acumulados de anomalias previsões mais estendidas mas nós vamos falar com mais certeza dentro das possibilidades que nós temos através da ciência com previsão para os próximos 45 dias é fundamental que a gente tem uma antevisão do que vai acontecer principalmente com a proximidade do dias mais frios para isso está conosco com muita honra o nosso amigo agrometeorologista Luiz Renato lazinski Luiz granatto seja muito bem-vindo ao Notícias Agrícolas Obrigado João sempre uma satisfação muito grande aqui participar contigo do seu programa não é e poder as informações que eu acho que posso ajudar um pouco no planejamento do pessoal aí nós estamos agora correndo um atacar viveram ou já iniciando o assunto safrinha de milho né João então como eu disse acho que essas notícias são bem pé importante sair para planejamento da nossa farra e como eu falei também uma satisfação muito grande estar aqui contigo novamente viu muito menos Renato vamos dividir em 3 partes a nossa conversa o momento atual onde nós temos influência de vacas alterando o clima é muita chuva no Mato Grosso por esses dias é avançando pelo matopiba atrapalhando a colheita e uma angústia muito grande no Sul que depois de muitas chuvas no Paraná agora o Paraná tá vivendo sobre angústias e não ter chuva suficiente para tocar lavoura e depois na segunda parte é o que vai acontecer com a safrinha e a terceira parte que é um prognóstico nunca uma certeza um prognóstico de como será o andamento da safra brasileira até o final do ano C E aí se não vou sozinha não é É isso aí muito obrigado vamos comentar é um pouquinho né então vamos iniciar o médico Luiz Renato dar uma uma solução é o prezão solução não uma informação sobre o que está acontecendo no momento atual em termos de clima no país e que afeta a sapa e veja bem é aquilo que você falou não é o primeiro é eu acho que para esclarecer ambicontentor nós estamos aí sobre a influência desse fenômeno climático Laninha não é Laninha João a característica deles essa chuvas bastante irregulares lá então você tem horas que você chove mais um canto menos no outro você intercala períodos de muita chuva com períodos de pouca chuva é o exemplo disso que nós podemos mostrar aqui no tu nós começamos no início a nossa Sacra setembro e outubro praticamente não choveu atrasou o plantio da soja né E essa região centro-sul do Brasil por externo Mato Grosso depois nós tivemos um de Janeiro extremamente do rolo que é que eu quero mostrar depois um pouquinho aí perfeito para vocês Ângelo e agora a chuva diminuiu a chuva migrou agora para região Sudeste e centro-oeste Norte nós temos visto ali no naquela região no a Callie no Oeste do Amazonas também no sudoeste do Amazonas é excesso de chuvas Essa época Então é isso aí no principalmente a e centro-sul aqui é uma característica de uma linha essa ele vai molaridade chuva você não têm períodos curtos ou períodos médios e que você tem um excesso de chuva intercalado com o período por pouca chuva né então é bem característico né Outra coisa é o no ano de uma linha você faz muitas vezes você tem um frio chegando muito cedo só que você ter uma ideia nós já tivemos duas diárias e se eu tiver um diabo em janeiro ali na ali no Planalto Sul de Santa Catarina na Serra Gaúcha Claro de asas leves nós tivemos tiver Mundial também agora dia21 de Fevereiro temperaturas ali chegar a 2,6 graus Arena em Bom Jardim esse livro bem aquela região São Joaquim fica entre 23 graus aqui no Paraná tivemos em General Carneiro 5,3 tão isso é outra característica do Leninha né o frio normalmente chega cedo tá ó mas eu nós vamos ter frio então esse ano usar vamos vamos ter freios João ou Laninha provavelmente essas rodas de frio um eu usei chega um pouco mais cedo aqui para nós principalmente dessa região centro-sul do Brasil né E sem querer apavorar os nossos amigos que estão com safrinha né Ela será um frio mais intenso como é que se pode avaliar não é que chega cedo já chegou né Jô se tiver um diário de Janeiro já tiver um diário em fevereiro né assim é claro você o frio que pode prejudicar nossa frente seria mais a partir daí final de Maio Junho diante não é mas o grande problema nosso já que a nossa preta atrasada né então conhecer atraso no plantio aqui no centro-sul você tem um risco maior né atender você pegar principalmente pela região oeste do Paraná sul do Mato Grosso do Sul centro e sul do Mato Grosso do Sul de São Paulo abre a partir daí final de Maio juiz pode ter um desejo é difícil dizer o no veículo intensidade né mas do jeito que nós estamos observando essas ondas de frio chegando aqui no Brasil como eu e eu tivemos duas muito forte em pleno verão né então a chance de chegar aqui e mais pequena né Jô Tá certo e também nós temos essa constatação que você nos faz dizendo que a Laninha prosseguirá e de uma forma meio intensa é assim mesmo Luiza não não não muito forte né Joaninha provavelmente atingiu o máximo agora meio de Janeiro no final do ano agora início desse ano é a tendência agora dá uma diminuída né a tendência do Daninha que ele vem gradativamente perdendo a intensidade mas ele ainda vai continuar influencia no nosso clima aí ao longo de todo o segundo semestre pelo menos até o inverno Aninha vai estar influenciando Claro que não de uma maneira tão intenso uma linha pouco mais fraco né mas vai continuar seguindo influenciam o nosso nosso tempo não contar você vai já prosseguir com a sequência das suas telas a jamais antes só para complementar esse resumo Inicial Luiz Renato como é que fica a em termos de previsão Me acompanhe os demais institutos e possível Instituto Nacional de meteorologia mas como é que fica o tempo para essa semana se eu seja deste sábado para frente na sua Ótica ela tivermos aí uma frente fria que passou na quarta-feira aqui pelo sul do Brasil essa frente fria e já tá em situação ali no oceano ela forma que ela saca só como você falou né então informe-se canal de umidade ali entra a região Sudeste e centro-oeste e as chuvas devem se concentrar em essa região entre o Paraná São Paulo e boa parte da região Sudeste e boa parte da região centro-oeste nos próximos dias os próximos aí 8 10 dias do amazon vamos concentrar muita chuva nessas nessas áreas Ué e a chuva diminui bem o Paraná digamos assim seria a transição entre essa chuvas mais volumosas ao norte e as chuvas digamos assim o volume bem menores alto não é então provavelmente Rio Grande do Sul e Santa Catarina Esse é um churras esse próximos dez dias alguma pancada muito isolado pois que não resolve muito agricultura né e no Paraná as áreas mais ao Norte do Paraná e Leste e Norte do Paraná ecocentro poucos mais as chuvas e aí jovem relativamente bem em São Paulo boa parte da região Sudeste Mato Grosso do Sul também chove relativamente bem e praticamente toda a região central Então as chuvas que estão é a registrando-a em volumes muito altos na região centro-oeste elas vão continuar nesses próximos 10 dias com o volume sair alguns do certa chuvas constantes até até não seria o problema do do volume as chuvas aí constantes dessa região Centro é isso pode atrapalhar E aí um pouquinho aí é a colheita nessas áreas da região centro-oeste por outro lado matopiba e sul do Piauí Maranello as chuvas devem ser aí bem favoráveis também João então secam um pouco aqui e Rio Grande do Sul Santa Catarina e entre o Paraná Rei o centro-oeste as chuvas já estão lá e volumosa aqui ó é isso daí não se preocupa porque nós estamos com uma concentração alta de umidade no campo lá no centro-oeste principalmente no Mato Grosso e também não matopiba e a gente vê que se confirmar essa tendência aí dentro dos próximos 10 dias a gente vai ter perdas na safra infelizmente lá em cima do Renato mas dito isso vamos lá ter que acompanhar vamos a sequência das suas informações você já está com as cartas que levantar esse primeiro mapa aqui é por isso que tá só acumulada nos últimos 30 dias o é uma então se você percebe o seguinte nesse mapa aqui as áreas quanto mais escuro azul são as áreas que choveu mais então você tem áreas ali eu fiz era próximo à Brasília no norte do Mato Grosso por exemplo que choveu 300 400 MM aí nesses últimos 30 dias né por outro lado quando nós pegamos ali de São Paulo Mato Grosso do Sul em direção ao sul as chuvas diminuíram muito de volume né é o que chama atenção também o Acre é João dá uma olhada ali no ar a mancha azul bem escuro aqui o rei seu chuva de 500 mais 500 MM acumulados em 30 dias então é por isso que nós estamos ali com essa aquelas enchentes naquela região eu vou passar agora no outro mapa que o acumulado de chuva nos últimos 15 dias e olha o que que acontece aí você vê que o sul praticamente certo o centro-sul né pegando o Mato Grosso do Sul de São Paulo e os três estados do sul Nós temos uma diminuição muito grande nas chuvas aqui nos últimos 15 dias enquanto que nós olharmos ali no Mato Grosso Goiás né Minas Gerais a ali no Mato Grosso do Norte Mato Grosso é uma região de Sinop Alta Floresta VI né Nós temos chuvas ali onde 300 350 milímetros e praticamente 15 dias enquanto que você pega o Paraná Santa Catarina Rio Grande do Sul praticamente do choveu nada não é então é isso é bem característico da Aninha né João eu quero só passar aqui uma uma tela aqui que eu acho que exemplifica bem aqui estação meteorológica de Campos Novos e esse gráfico mostra a precipitação em fevereiro então jogo dá uma olhada aqui em cima eu eu coloquei aqui a precipitação ocorrida em Campos Novos em janeiro você veja que deu 300 acumulada 1399 vírgulas e quase 400 milímetros Rio de Janeiro aí você passa para fevereiro você tem até essas colunas e azul Mas é chuva de 5mm 4mm cerveja fevereiro acumulado foi de aproximadamente 21 milímetros Tá certo então isso aqui sempre fica muito bem o que é por quê que é uma Laninha Laninha isso aí você tem que períodos curtos ou médios e que chove muito ovo Janeiro e outros períodos e que a chuva praticamente porta uma aconteceu então essa estação de Campos Novos ela representa muito bem que vem acontecendo a lei do centro-sul de São Paulo é São Paulo tudo Mato Grosso do Sul Paraná e praticamente toda a região sul do Brasil nós tivemos muita chuva muita chuva viu o treinamento em alta em janeiro e praticamente em fevereiro as chuvas diminuíram bastante né eu tenho aqui um outro estação de Cruz Alta no Rio Grande do Sul é o mesmo Exemplo né você veja aqui que a precipitação essa esse gráfico aqui é de Fevereiro a precipitação de Cruz Alta tivemos no dia só que choveu bem que foi quase 40 mm no dia quatorze mas veja bem em janeiro choveu 194 MM e Cruz ao pode fevereiro 64mm sendo que num dia só choveu quase 40 mais adentrar interessante poder maninho tá certo e agora a chuva como nós falamos elas devem se concentrar mais na região Sudeste e centro-oeste do Brasil aquilo tu não é que não chova mas se chover vai ser em áreas bem solar aquelas pancadas de verão entre final da tarde e início de noite chove no canto não chove no outro não é aquela chuva muito regular LED então foi praticamente isso que aconteceu isso mostra muito bem o que deve é daqui para frente intercalando períodos curtos e médios que chove muito volume saltos ou período é maiores o pouca ou quase nenhuma precipitação na região isso daí já vem prejudicando pessoal já tá pedindo chuva em algumas áreas ali no sudoeste do Paraná em Santa Catarina e no Oeste de Santa Catarina com as águas do Rio Grande do Sul e apesar de toda essa chuva que não tivermos em janeiro pessoal já começa a pedir chuva em algumas áreas ali Tá certo muito bem repetir isso eu é sucesso que coisa com o a gente tinha esse prognóstico realmente que fevereiro ia ser complicado mas não tanto quanto se apresentou agora o que preocupa mesmo esse excesso de chuvas lá em cima como é que fica para frente nos é nós vamos em frente nós temos aqui ó eu trouxe aqui alguns mapas aqui para gente dar uma olhada aqui é um Marco rumo do Centro Europeu né gosto muito trabalhar com ele é isso aqui no acumulado de chuva é anomalia de chuva para os próximos 15 dias Tá certa ou seja até um dia doze de Março praticamente né 13 14 dias da frente então o que que nós temos esse mapa aqui João ele pode observar que essas áreas aqui mais em azul são as áreas e que chove é acima da média né essas áreas em azul e verde aqui chove Acima da Média então nos próximos dez doze quinze dias se repare que a chuva se concentra em São Paulo triângulo mineiro Goiás e também no Mato Grosso Mato Grosso do Sul e também no Mato Grosso tão boa parte da região Sudeste e centro-oeste as chuvas vão continuar volumosas seja além de volumosa Jó é aquela coisa às vezes se tem uma chuva aí que a 60 milímetros um dia passa dois três dias seis lua é inserido a não é a afirmação ser mais frequentes nas vamos ter e também todos os dias principalmente à tarde à noite a hora que você tem um maior aquecimento né então como eu falei ó o Estado Paraná é o limite do Paraná seria digamos assim a transição entre as áreas em que deve chover volumes maiores não é e as áreas que nós teremos volumes pesar você vê Santa Catarina boa quarta Rio Grande do Sul e parte aqui do Sudoeste e Oeste do Paraná a chuva se com abaixo da Média nesses próximos é 12 15 dias outra coisa que chama muito atenção e pessoal tem reclamado bastante já está pedindo também chuva não é a Argentina acerta que ele não queira nós temos que falar na Argentina que nós estamos inseridos no mundo global Então veja bem nos próximos 12 a 15 dias você reparou que chove muito pouco na região produtora de grãos Argentina provincia de Buenos Aires Santa Fé e corda Quarto ainda tem algumas áreas que jovem bem mas santa fé e Bueno usar Chove muito a chuva bem abaixo da média o Rio Grande do Sul Santa Catarina Sul do Paraná pouco sul do Paraguai né Nós vamos ter chuva sair bem abaixo da média e no pouco mais para frente só isso aqui é uma carta que nos dava a tendência de uma anomalia de precipitação para os próximos 45 dias ou seja até o dia doze de Abril seja vai de agora até praticamente desde março a meados de Abril é também uma tendência aqui dentro uma linha como eu falei isso aqui é uma carta do modelo europeu eu gosto muito trabalhar com ele e você veja que a chuva novamente nesses próximos 45 dias seca Rua parte do sul e as chuvas se concentram aonde região Sudeste e centro-oeste do país da sendo novamente para naquele estado de transição entre as chuvas mais volumosas ao leste e as chuvas é digamos assim abaixo da média o sul né então é no Paraná chove mais no leste e no norte não é São Paulo Minas você veja aqui o Chove muito bem aqui assim continua chovendo bem Acima da Média não é chama atenção também o norte do Brasil com a região de Roraima para ali ó norte do Pará de novo acumulados de chuva muito forte litoral norte de Santa Catarina Paraná e litoral sul de São Paulo também muita chuva né É em compensação o que que nós observamos boa parte de Santa Catarina e Rio Grande do Sul as chuvas diminuem bastante tão volta vai dizer assim aulas escreveu lados que não vai chover não é que não vai chover vai chover Jó só que as chuvas vão continuar com volumes muito abaixo da média e o grande problema não é isso é a distribuição dessa chuva aqui no sul do Brasil que a característica do Larinha Quando chove um pega velho Pega vídeo pega 50 outros não pega nada Ou seja a chuva vem muito mal distribuída numa mesma área né então isso aqui é para 46 dias é o pessoal que está colhendo vai ter que botar sua frente desde que a chuva vai se concentrar novamente ou seja essas vacas vai ficar influenciado o clima Ela carrega translocar toda essa é a umidade da Amazônia para Essa zona de convergência do Atlântico Sul né E essas chuvas aqui se concentram nessa região eu trouxe também Argentina para os próximos 45 dias isso até no Maria de chuva até o dia doze de Abril numa e você veja que Argentina sul do Paraguai Rio Grande do Sul e Santa Catarina continuou com esse problema de chuvas muito abaixo da Média principalmente Uruguay uay província de Santa Fé por isso depois nos aqui as chuvas devem ficar bem abaixo da Média né então a tendência agora para correr esse agora tem a fase de enchimento de grãos principalmente na argentino no Rio Grande do Sul É bom ficar atento a algumas áreas deve chover outras não deve chover tão bem assim tá certo João é o que me preocupa Luiz Renato é essa a concentração sobre São Paulo né Mas vai ter o corredor lá também por centro-oeste mas essa ausência de chuvas para o Rio Grande do Sul embora a gente tivesse alertado contando com isso digamos né infelizmente por excesso da presença do Laninha é dramático vezes aí para os próximos 45 dias exatamente na fase de enchimento de grãos das principais lavouras gaúchas exatamente ali no Rio Grande do Sul tem agora o mês de março é o mês crítico né João e precisa de água porque é aí é fase de enchimento de grão não só no Rio Grande do Sul como lá e o Sul do Paraguai principalmente Argentina né João que já vem ele o ano passado também sofreu bastante e esse ano vem se ele vai sofrer mais ainda então é o mês de março que seria um mês crítico que teríamos que ter chuva atendente dos modelos isso você pega vários modelos aí americanos nossos aqui no Brasil todos eles indicam uma diminuição das chuvas no decorrer de e principalmente dessa região central Sul Sudoeste do Paraná para o sul né então é isso pode ser bem complicado aí colocar essa fase de enchimento de grãos né bom e isso tudo é consequência da Laninha exatamente outra coisa né e em compensação você tem um excesso de chuva na região centro-oeste que pode atrapalhar também agora colheita E também o início da safrinha né a plantio e tudo mais né então acaba complicando um pouco mais Muita chuva no canto pouca chuva no outro isso é típico de lá Ninja ó tá E você tem dois cenários também tanto como delania para nos mostrar e também do Nosso principal concorrente além da Argentina que são que a safra americana vamos parar mesmo a Laninha com a gente já vem falando há muito tempo dela que tá porque ela está está presente ela diminuiu de intensidade Agora eu tenho aqui uma transparência aqui que a gente pode ver agora esse daqui é é anomalia da temperatura A Saga do mar na semana que Santana passar dentro do dia14 e o dia vinte de Fevereiro Tá certo então você não ajoelhar mais-valia para aquela área do Oceano Pacífico Equatorial que a região que que nós observamos o Laninha eu é um ninho não é você pode reparar tem é próxima Costa aqui da América do Sul as águas até estão mais ou menos dentro da média do normal é medida que nós vamos nos afastando Austrália nessa região central do pacífico as águas continuam frias ou seja essas manchas é que você vender a aqui de azul são temperaturas abaixo da Média então a mania ele enfraqueceu tá certo ele perdeu força mas ele ainda continua presente não é e aqui o trouxe mais duas transparência essa daqui é a previsão da nua não é para o trimestre agora Março Abril e maio de dois mil e 21 Qual o prognóstico de anomalia da água do mar tão gente pode observar Card aqui ó na rede e do pacífico região de Almir Manias ainda os modelos preveem muita água fria dessa região sem jolaninha persiste ao longo aí agora do final do Verão ao longo do Outono não é e mais para frente aí tá pegando trimestre maio junho e julho de dois mil e 21 você vê que o Dani aqui ó bem informar bem característico ou seja até o inverno até o final do nosso inverno Jó é o Lane ele diminuiu mas ele volta ainda com alguma força Claro não para intensidade que ele estava aí no final do ano passado de Janeiro mas ele ainda vai persistir até Beatrice a e eu diria o seguinte João que eu acredito que boa parte do segundo semestre ainda nós vamos estar Sob o Efeito desse fenômeno climático Running com isso não que que a gente pode esperar a não pode mudar muito o padrão de chuva que nós estamos observando aquela história você vai bom e que vai chover muito hoje eu falei Janeiro choveu demais no Sul agora a chuva cortou tá agora a chuva ela amiga para região Sudeste centro-oeste chovendo bastante não é outra coisa que seria interessar cortar o que é só fica preocupada agora vou plantar milho safrinha no centro é a chuva no centro-oeste ela vai cortar mais cedo ela vai ser prolongar um pouco mais ou ela vai ficar no período normal eu acredito que a chuva no centro-oeste ela vai não vai ser prolongado muito não ela deve ficar mais ou menos dentro do período normal e ela vai cortar no período normal delas é a gente final abril maio que nós já teremos a diminuição das chuvas na região centro-oeste Tá certo viu então o que que acontece esse a Laninha vai estar influenciando nosso primo o padrão de chuva vai continuar o mesmo não é que não vai chover vai chover só que a chuva quando vem nem muito irregular e muito pontual o que vai dar o Tom para nós aqui também na região sul Quais são as águas do Oceano Atlântico assim você pode reparar aqui que os modelos Olha que é tanto agora para o Março Abril Maio eles não coloco água muito quente na nossa Costa o pin acima da médica isso aqui é normal Então quanto tá normal que influencia Lane aqui seria ideal se na nossa Costa tivéssemos águas um pouco mais quentes não é aí a melhoraria as por isso que melhoraria os volumes de chuva aqui para nossa região centro-sul mas não é ele permanece normal então isso continua chovendo bem na região Sudeste centro-oeste e essa chuvas irregulares do Sul e quando se passa mais para frente até maio junho julho se vê que não muda muito temperatura no Oceano Atlântico aumenta um pouquinho ali na Costa região Sudeste mas na região sul fica praticamente normal como eu falei seus arma do Atlântico tivesse um pouco mais quente favoreceria um pouco mais as chuvas Mas não é isso também que está mostrando né muita coisa do Aninha que bom então aí no início da do nosso para nossa conversa João é com relação as massas de ar frias né eu Naninha é veja bem quando você for uma massa de ar fria lá embaixo ela chega aqui com muita intensidade Tá certo ele foi o que aconteceu como eu falei nós tivemos geada e já ganharam e tiveram chateada agora temperatura extremamente baixa do dia 20 o 20 21 22 de de Fevereiro tá certo ali no Planalto Sul de Santa Catarina todas as meninas chegaram ir é bom jardim ben-hur OMSI 2 2,6 2,5 graus ou geada tá aqui no Paraná General Carneiro com 5,3 ou seja não é que eu fui vai chegar Já está chegando com muita intensidade dizer para você quando essas massas de ar vão chegar e o que acontece ela difícil Por exemplo agora no final de Março devemos ter aí uma onda de frio bem forte Claro ainda não prejudica as nossas abóboras não prejudica agricultura né João é mas nós vamos aí ter uma massa de ar acredito que bem forte chegando aqui a nossa região centro-sul do Brasil aí no final de Março né nada de geada nada que atrapalhe agricultura mas temos essas quedas bruscas de temperatura e isso o que que ela impacta para ver cultura esses filho normalmente a doença é você não tem geada não estraga mais nas lavouras de feijão por exemplo você tem um problema de doença também se esfrie usa esse frio aí atrapalha bastante com a questão de doença mais para frente Aí sim final de Maio Junho aí as massas de ar já chegam com bastante intensidade como eu falei tem como você dizer que dia vai chegar com quem tem cidade mas as condições meteorológicas e atmosféricas vezes reinantes na com as condições de Laninha não é elas são extremamente favoráveis à entrada seus massa de ar extremamente Frio então primeiro essa chuva bastante regular em estou a razão sofreu um pouco aqui Mato Grosso Eu também sou de São Paulo Paraná e Márcia Abreu chuva e aí vem assim bastante irregular mas mais para frente aí poderão ter problema do frio tá certo Gil e poucos assim para deixar gente o pouco mais compensado é que também os americanos estão complicados com a sua safra nessa lista é exatamente o João é os americanos ou complicado por educação a diferença é realmente forte pelas tivermos ali né É nós chegou até o Texas ali os solos estão muito muito frio ainda naquelas Artes mais alto ali do meio-oeste ele já começa agora em baixo preparar o solo né para começar o plantio mas não tem condições nenhum essa semana final de semana agora esquenta um pouco né No sábado domingo temperaturas aumenta um pouco mas vem outra onda de frio aí a partir de segunda terça feira nada parecida com essa que passou aí para nós irmos meu deve Praticamente todo o opa é mas nós vamos ter aí e uma outra onda de frio por aí bem forte também a partir de segunda terça feira chegando então Estados Unidos é esse início de Safra deles Claro mesmo com o grosso do meio-oeste vai plantar só lá meados de Abril o final de Abril começo do plantio né Então até lá outro dito que já melhora bastante mais é preocupante esse início de sacos às vezes outra coisa John essa parte esse essa peça eu tenho uma transparência e tá vou mostrar agora é na verdade é estiagem é um mapa de estiagem lá nos Estados Unidos Vamos ver que essas áreas mais ao Oeste essas digamos assim essas cores aqui mais amarelo e vermelho são as áreas em que eu tenho alguma seca nos Estados Unidos então seu estado e a água aqui ó oeste de água nem para a África que essa região aqui ainda mas temos aí pouco a umidade no solo né então é o Ciso daí se agravar né No início das a fé complicado né as outras áreas agora parte do meio-oeste sem grandes problemas Tá certo jogo e aquilo tem uma tendência aí de precipitação aqui para a carta da noa para o trimestre que Maio Março Abril e maio de dois mil e 21 que agora o início da largada da safra americana da probabilidade de precipitação Então as áreas e marrom nessa nesse mapa aqui são as áreas em que está previsto chuvas abaixo da média e as áreas e verde Acima da Média Então você veja que essas áreas do ao oeste do meio-oeste que já estão aí com algumas estiagem aparecendo ela deve persistir ainda no início da safra em compensação maior parte do meio-oeste aqui ó ai ó aí nós indiana aqui a chuva de melhorar bastante e com relação ao frio a partir de Março Abril e maio a tendência que gradativamente as temperaturas o Deus subindo e no sul dos Estados Unidos aqui na região do Meio reto e temperaturas aí é tudo e diga que fique mais ou menos na mexe Mas não sua ali que sofreu bastante ligou foi tendência que nesse trimestre já As presas a digamos assim às temperaturas de a subo um pouco máximo Então largada da safra americana eles tem problema ali com um pouco de falta de chuva ali nuestro mail é ainda muito frio não é e tudo indica que essa estiagem deve persistir um pouco mais aí no início da safra vamos assim mais localizada aí no Oeste do Meio essas outras áreas sem grandes problemas Por enquanto né amor o que assim agora chegou a hora do resumo mas eu vou dizer assim que depois de tudo que eu tive o vídeo você aí Luiz Renato o que compensa é que os preços vão subir né mas que adianta a gente dizer isso para quem não tem o grama Então vamos ao resumo nos Renato vamos um resumo do que você falou eu anotei aqui a começar pelo Laninha que vai até o final do ano e pode prolongar até o início da safra de verão em médio e também achei a gente até meados desse ano né caminhando até o início da safra de verão exatamente tá esse aqui nos Estados Unidos no início mas depois pode melhorar próximos 15 dias com muita chuva concentrada no Sudeste e cortando a chuva vamos assim drasticamente para o sul Argentina Uruguai sul do Paraguai e também crucialmente vamos dizer assim no Planalto Gaúcho isso que preocupa a gente o fato é que Rio Grande do Sul Santa Catarina e Paraná teremos uma safrinha preocupante com pouca chuva e em compensação lá em cima dentro da normalidade em cima que eu digo é Brasil Central centro-oeste matou pipo e por enquanto e essa chuvas vão ser muito volumosas lá para o norte Essa é a situação atual E aí eu não sei se nem sei isso é a minha Manchete mas essa corte de chuvas para o sul do país dentro de um prognóstico de Laninha ela vai pegar exatamente na parte crucial dramática que é a fase de enchimento de grãos lá para os gaúchos e o Laninha é o que está fazendo essa alteração toda Tá certo se resumo que a consertar alguma coisa é certa só o Laninha você conserta esse Laninha deve persistir até meados deste ano e deve se prolongar ainda em boa parte do segundo semestre já pelo menos até o início da próxima safra de verão levo tá bom tá outra coisa Estados Unidos ele não tem mais teatro tem uma estiagem mas é nas áreas mais ao oeste do mundo do meio-oeste ele né tá as outras áreas Esse é o frio tá tá bom então essa estiagem fica mais avião West do meio-oeste não é e o Rio Grande do Sul que quando você falou agora e já Março é o mês crítico que é a fase de enchimento de grão a tendência é que nós tenhamos um corta nas chuvas não só no Rio Grande do Sul também na Argentina deve sofrer bastante aí com a diminuição das chuvas de resperido em março abril é quando eu disse eu disse quando eu relacionei as previsões meteorológicas para os preços para as cotações é evidente que isso será impactado os preços serão impactados com essas análises e já percorrem o mundo nós Esqueci a uma pergunta que é meio policial mas não é da sua área mas eu não é vamos conversar sobre isso Diante da sua experiência né Aos produtores nada ou se você pode fazer né Luiz Renato hoje aquilo que a gente sempre fala né a agricultura com todo mundo fala em uma indústria céu aberto nós estamos à mercê do crime Oi Hoje é você que o teu programa acho que todo mundo as ia te ver a tecnologia o quanto a nossa agricultura evoluiu nesses últimos 20 30 anos não só equipamentos como também melhoramento genético manejo de solo pragas e doenças manejo de sol tudo isso você vem mostrando no seu programa em e e você viu o quanto evoluiu quer dizer você controla tudo da porteira para tragio só tem um fator que você não controla o clima e o clima acaba sendo se fator fundamental né de sucesso ou não das nossas abóboras e daí né ano passado nós tivemos problemas no Rio Grande do Sul da Argentina da Serra esse ano nós tivemos aqui no Paraná algumas lavouras Rio de Janeiro o excesso de chuva que acabou atrapalhando doença abortamento de vagens não é então língua ele acabasse tornando-se fator fundamental sucesso não nos nossos amor e eu não tenho controle agricultor não tem controle sobre eles e então não teja Nossa para que que serve essas informações sabe o que é planejamento a gente se planejar pelo menos não plantar no escuro gente é uma ideia do que que nós podemos encontrar pela frente com relação as precipitações o relação às temperaturas e poder adotar algumas medidas que possam Minimizar esses efeitos adversos o clima né que não tem jeito modificação artificial de clima é muito caro não tem como fazer aqui ó Tá certo e Renato lazinski meu grande amigo agrometeorologista que está sempre conosco aqui no notícias agrícolas no tempo e dinheiro Obrigado pela sua participação pelo seu esforço e ajudar os nossos amigos produtores na João Eu que agradeço que eu falei uma satisfação muito grande né conversar contigo uma satisfação imensa poder trazer essas informações Claro que eu gostaria de chegar aqui tchau Aninha vai embora e o clima volta ao normal infelizmente não é isso que está mostrando é mas é o que nós temos como eu disse pelo menos o pessoal pode fazer um planejamento utilizar essas informações para o planejamento e mais uma vez deu muito obrigado pelo convite a gente a sempre à disposição quando precisar um grande abraço viu então você tá me dizendo até a próxima muito bem amigos do Notícias Agrícolas Claro Como disse ver Luiz Renato não é bom seria se nós fossemos somente Mensageiros de boas notícias mas não é o que a gente tá vendo aí pela ciência e pelos prognósticos temos que ficar atentos temos que acompanhar né de repente vai que as coisas sofreu alguma mudança porque é um organismo vivo né o clima né Ela é a natureza sem fim e nós precisamos ficar atentos e fazer como diz Renato os nossos planejamentos para a próxima safra continue conosco seja o produtor rural mas bem informado nosso país e vamos em frente Muito obrigado a E aí

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui

Você vai gostar também:

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade