Segunda Via de Boleto do Banco do Brasil

Segunda Via de Boleto do Banco do Brasil

Tudo sobre a Segunda Via de Boleto do Banco do Brasil

Segunda Via de Boleto do Banco do Brasil (Informação) – Boletos já são parte da vida do brasileiro. Seja para pagar nossas contas ou adquirir algum produto. Usamos boletos para tudo, apesar das facilidades do internet banking e da transferência bancária.

Hoje falaremos um pouco mais sobre estes boletos e como obter mais deles, incluindo como atualizá-los, junto ao Banco do Brasil.

O Que São Boletos?

Boletos, ainda chamados, por alguns, de bloquetos, são, como tantas outras, formas das quais um empresário ou prestador de serviço lança mão para ter seus serviços ou produtos pagos.

A cada mês, 50 milhões de transações monetárias são feitas desta forma  no Brasil. Ou seja, um a cada quatro brasileiros.

A Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) das quais participam bancos particulares e públicos, como o Banco do Brasil, desenvolveu e padronizou o formato ideal dos boletos, que seguimos até hoje. Estes podem ser pagos em qualquer posto autorizado, desde que dentro das datas estabelecidas.

Caso o cliente exceda a data ou datas discriminadas no boleto, deverá, junto a instituição credora, solicitar uma segunda via do mesmo, para que possa, assim, quitar as suas dívidas.

Boletos podem ser pago em, grosso modo, qualquer estabelecimento, como bancos, casas lotéricas, supermercados, ou, mesmo pela internet, com o uso de internet banking. Nesses casos, digita-se o código do boleto ou escaneia-se o código de barras do mesmo.

Boletos são uma forma de pagamento tão popular no Brasil que, mesmo empresas estrangeiras, que prestam serviços ou comercializam bens para o país, aderiram ao método de cobrança de boletos. Muitos, só lançam mão deste recurso para atender a clientes brasileiros.

O Que Podemos Encontram em um Boleto Bancário?

Os elementos de um boleto bancário podem variar, de instituição para instituição mas, em geral, contém os seguintes elementos:

  • Nome do Banco: é esta instituição financeira que, por meio de contrato firmado com o emissor do boleto, garantirá que o valor pago seja repassado a este e, em caso negativo, tomará as providências necessárias.

O banco é o responsável pela cobrança do boleto, fazendo uso de sua estrutura. No caso do Banco do Brasil, são utilizadas agências, caixas eletrônicos, correspondentes bancários e agências do Banco Postal, localizadas nos postos do Correios.

  • Beneficiário/Cedente:

Este é o prestador de serviços que emitiu a cobrança, em primeiro lugar. Em última instância é ele quem receberá o valor pago pelo cliente, após o banco descontar a sua taxa, decorrente da operação.

  • Pagador/Sacado:

É o cliente que usufruiu dos serviços ou produtos do cedente. Logo, é ele quem pagará os boletos. Lembrando que boletos não são nominais, podendo ser pagos por qualquer pessoa que possua o documento e o dinheiro para quitá-lo.

  • Valor:

O valor do documento corresponde ao total que o sacado deverá pagar e que, descontadas as taxas de movimentação, será creditado na conta do cedente, em prazo determinado no contrato entre este e o banco.

  • Data de vencimento:

Trata-se da data limite na qual o boleto poderá ser quitado. Muitos incluem mais de uma data limite para pagamento e multas, caso cada uma destas seja ultrapassada. Caso todas as datas limites sejam ultrapassadas, o sacada deverá solicitar uma segunda via do boleto.

  • Código de barras:

Este é uma representação gráfica de todas as informações que estão contidas no título, para que este possa ser lido por leitores próprios ou adaptados para tal fim. Esse tipo de leitura permite que o sacado possa fazer o pagamento sem a necessidade de se digitar o código do mesmo, concedendo velocidade ao processo.

Leia Também:
PASEP Banco do Brasil
Como Atualizar o Boleto Bradesco Passo a Passo
Santander Acesso a Não Correntista

Outros elementos podem incluir a identidade visual do banco e/ou do cedente e códigos de resposta rápida (QR codes), que apresentam uma leitura mais fiel, embora, nem todos os leitores estejam adaptados a estes.

Por que Boletos São Tão Populares no Brasil?

Parte da razão de sua popularidade está em sua facilidade de emissão e pagamento. Virtualmente, qualquer empresário, por menor que seja, pode emitir um boleto, a valores irrisórios ou, até mesmo, gratuitamente, para cobrar por seus serviços.

E estes são pagáveis em casas lotéricas, bancos, caixas automáticos, correspondentes bancários e no Banco Postal.

Outra razão para isso são os problemas com o crédito. No final dos anos 90 e início dos 2000, o crédito para o brasileiro se tornou muito mais fácil.

Muitos estavam financiando apartamentos e trocando de carro. Entretanto, a ascensão econômica não foi suficiente para sustentar toda essa oferta de crédito.

Com o brasileiro cada vez mais endividado, a solução foi adotar formas de pagamento mais diretas, mas que, ainda assim, gerassem algum tipo de comprovação de movimentação. Esse fenômeno se agravou com a ascensão dos trabalhos informais.

Segunda Via de Boleto do Banco do Brasil

Caso todas as datas de vencimento discriminadas no boleto sejam descumpridas pelo pagador, este, deverá solicitar, junto ao cedente ou, preferencialmente, à instituição bancária a reimpressão do mesmo, a chamada segunda via do boleto bancário.

No Banco do Brasil, por exemplo, esse é um procedimento bastante simples e intuitivo. Veja a seguir.

Como Obter a Segunda Via de Boleto do Banco do Brasil?

Para obter a Segunda Via de Boleto do Banco do Brasil, o pagador ou o cedente devem ir até o endereço eletrônico do próprio Banco do Brasil, em:  https://www63.bb.com.br/portalbb/boleto/boletos/hc21e,802,3322,10343.bbx?_ga=2.143951093.1302355173.1539000900-1597086691.1520263290 e preencher os campos solicitados. Existem 3 maneiras de se solicitar a Segunda Via de Boleto do Banco do Brasil.

Na primeira, o campo necessário é a linha digitável do boleto, logo abaixo do código de barras.

A segunda maneira demanda o CPF ou CNPJ do cedente (geralmente indicados no próprio boleto), os mesmos dados do pagador e o número do documento deste.

A terceira maneira pede o CPF ou CNPJ do beneficiário e o Nosso Número, sem o sígito verificador. Em todos os casos, é necessário digitar os dados contidos na imagem, para prevenir o sistema de ser utilizado por máquinas.

Como vimos, os boletos são ferramentas muito úteis para prestadores de serviços e clientes. E o pedido de segunda via de boletos do Banco do Brasil é um dos mais simples, evitando, assim, que ambas as partes sejam prejudicadas.

Add Comment