Como Fazer Um Planejamento Financeiro Pessoal

Planejamento Financeiro Pessoal

Veja a seguir algumas dicas para fazer um planejamento financeiro pessoal

Planejamento financeiro pessoal (Notícias). Essas três palavras são o grande medo de muitas pessoas. Afinal, nem sempre temos o controle de tudo o que gastamos ao longo do dia e pode realmente ser aterrorizante tentar analisar toda a sua vida financeira.

O problema é que se você não tem o controle as coisas podem acabar virando uma grande bola de neve. De repente, você se vê em meio a diversas dívidas e não sabe o que fazer para sair dessa situação.

Se você não quer que isso aconteça com você, não se preocupe! Separamos as melhores dicas para você começar a fazer o seu planejamento financeiro pessoal e fugir do famoso aperto no fim do mês.

Ficou curioso?

Então confira abaixo 5 dicas para fazer o planejamento financeiro pessoal:

Liste os seus gastos diários

Os gastos diários são aqueles que não podemos evitar todos os dias, como por exemplo a alimentação e o transporte. Por mais que você saiba que precisa usar esse dinheiro diariamente, esse tipo de despesa pode fugir do seu orçamento.

Para evitar que isso aconteça, você pode fazer uma lista de tudo o que gasta diariamente e, então, definir um teto para esses gastos. Ao se manter dentro do limite estabelecido, você evita surpresas na sua conta corrente no fim do mês. Porém, é importante lembrar que você deve respeitar sempre esse teto!

Faça uma planilha mensal de despesas

Da mesma forma que os gastos diários, fazer uma planilha com todas as suas despesas do mês ajuda a ter uma visão sistêmica do que acontece com o seu salário Uma planilha no Excel, por exemplo, pode conter o seu salário e começar a substituir os gastos essenciais do mês, como aluguel, luz, água, gás, internet e etc.

Então, você deve anotar também tudo o que gasta com supermercado, roupas, lazer e etc. Com o tempo, você começará a perceber padrões e poderá entender melhor a quantas anda sua vida financeira.

Evite usar o cartão de crédito

O cartão de crédito é um dos maiores inimigos de quem não está acostumado a fazer o planejamento financeiro pessoal. Como ele funciona como um dinheiro que, na verdade, você não tem no momento, ele é o primeiro passo para formar dívidas.

Portanto, evite ao máximo usar o cartão de crédito. Tente restringir o seu uso para compras com valores muito altos e que precisam ser parceladas. De resto, procure usar o débito para não se deparar com dívidas futuras.

Faça um empréstimo apenas quando necessário

Da mesma forma, o empréstimo também pode funcionar como uma armadilha na hora de fazer o planejamento financeiro pessoal. Por mais que esse tipo de transação ajude em diversas situações (como viagens, compra de imóveis, carros e etc), se você não souber se planejar, os juros podem acabar atrapalhando o seu orçamento.

Ao pedir um empréstimo, procure sempre entender se as parcelas realmente cabem no seu bolso. Dessa forma, você consegue se planejar para o futuro e gerir bem esse novo recurso.

Reserve parte do seu salário

Por último, você não pode se esquecer de reservar uma parte do seu salário para poupança. Essa renda serve como um fundo emergencial para gastos não planejados e até mesmo para a realização de sonhos futuros.

Quem se acostuma a poupar uma fatia do salário dificilmente passa por apertos ao longo da vida. Então, tente desenvolver esse hábito hoje mesmo para ter uma vida financeira muito mais saudável!

Se você ainda tiver dúvidas sobre como começar a fazer o planejamento financeiro pessoal, entre em contato para que possamos ajudá-lo. Aproveite também para compartilhar este artigo em todas as suas páginas nas redes sociais!

Add Comment